01/02/2013

Mais um final feliz


Olá!!

Este é meu primeiro post aqui no Blog. Portanto, eu vou contar um pouco sobre minha experiência neste mundo de au pair. Eu não gostava de estudar inglês no Ensino Médio, porém decidi cursar jornalismo e tinha consciência que ter o conhecimento na Língua Inglesa é quase obrigatório para a profissão. Decidi então pesquisar sobre intercâmbios e começar a fazer inglês no CCAA. Todos os orçamentos de intercâmbio que eu fazia eram muito caros e totalmente fora do meu orçamento. Até que um dia uma amiga me ligou e disse que tinha achado o preço e o programa perfeito. Liguei para a STB de Porto Alegre e caí de cabeça. Marquei a prova de inglês no dia do meu aniversário e já pedi demissão do emprego um dia antes de fazer a prova (sim! Eu sei que foi loucura, mas sabe aquele feeling? Pois é.)
 Iniciei o processo em outubro de 2009. Entreguei a documentação em fevereiro de 2010. Fiquei on line em março e depois de uma semana fiz o match. Destino: Port Jefferson Station, NY. Minhas entrevistas com minha host Family foram ótimas. Vários Skypes e telefonemas. Durante o mês que estava correndo com as papeladas de visto, minha host sempre enviava e-mails com fotos das kids e contava como tinha sido o dia. E eu fazia o mesmo.
Sim, eu me considero muito sortuda. Meu inglês não era grande coisa (eu fiz um extensivo e depois intensivos no CCAA, ou seja, apenas três semestres). Consegui uma oportunidade muito bacana de fazer algumas horas em uma creche de uma amiga. Fiz meu vídeo de au pair todo lá na creche. Encontrei uma família em uma semana e foi tudo maravilhoso.
Hoje eu já voltei ao Brasil há um ano e no Natal de 2012 eu fui visitar minha Host Family novamente. Vejo muitas histórias tristes que as meninas contam, mas com este post eu quero mostrar que as histórias felizes também estão aí. Não fui feliz todos os dias da minha vida de au pair, mas aprendi e cresci muito. Eu não seria au pair pela segunda vez, mas se eu pudesse voltar atrás, eu faria tudo novamente.
Meninas que estão em processo: não desistam. É um sonho muito grande para ser adiado ou engavetado. É preciso muita paciência e jogo de cintura para driblar as dificuldades e obstáculos, mas é muito recompensador chegar ao fim, olhar para trás e ver todo o caminho que foi percorrido e vencido. Esse feeling de vitória vale por todos os dias que estamos lá e acordamos pensando: “o que estou fazendo aqui?”. Não desistam e estejam preparadas para ver o quão forte e guerreira vocês realmente são.
Um grande beijo e boa sorte para todas vocês. 

4 comentários:

Bia's Trufas disse...

Que bom ler posts positivos tbm! xoxo

Cristiane Abreu disse...

Está aí a minha grande inspiração que me dá força sempre: Camila Mayuri!

Camila Mayuri disse...

xoxo :)

Camila Mayuri disse...

Um beijo, Cris!! É acreditando sempre que chegamos lá!