Receber e enviar remédios e coisas! E agora?

Olá au pairs!

Hoje eu vou falar sobre CORREIOS, algumas ideias de como enviar coisas para o Brasil, e também como enviar do Brasil para os EUA.
Antes de começar as ideias, eu preciso explicar o que é a Maré Vermelha da Receita Federal, essa operação já existia a algum tempo, porém o governo no ano passado resolveu intensificar a fiscalização nos Portos brasileiros, porém isso afetou também os produtos enviados pelos Correios!

De acordo com o anúncio da Receita os produtos que foram inclusos nessa ação são: vestuário, calçados, brinquedos, eletroeletrônicos, bolsas, artigos de plástico, artigos de toucador, dentre outros.

Sim, na época da ação estava demorando em torno de 4 meses para receber um produto vindo do exterios, sim 4 meses! E isso se não sumisse! O que ainda acontece com produtos de mais valia. 

Eu enviei, no ano passado, um pacote para o meu irmão e demorou 3 meses pra chegar, porém enviei uma carta simples para o meu pai e em uma semana chegou na casa dele.

Como todos sabem, pra enviar por correio, para não ser taxado pela receita o montante total tem que ser de 50 dólares, porém isso nem sempre acontece, vc manda nesse valor e mesmo assim a receita taxa, provavelmente passou pelo scaner e a receita viu que não é o que foi declarado, ai eles vão taxar pelo que foi visto...

Algumas ideias para enviar e receber o que precisamos.

Remédios 

Podemos pedir para a nossa familia mandar no meio de uma carta, ai teriam que enviar uma carta por mês, coloca a cartela no meio do cartão e envolve a cartela em um jornal ou papel aluminio. 
Outra maneira seria enviar todos de uma vez, o que é arriscado! Na mesma maneira, papel alumínio ou jornal.
Também tem a forma muito mais burocrática, vc precisaria ir na Vigilância Sanitária da cidade e pedir uma autorização para o médico de lá para poder enviar o remédio para o exterior, sim é mais demorado, porém mais seguro, porque chegando aqui, se pararem os remédios vc tem a autorização do seu país para enviar os medicamentos.

Tirando a parte burocrática, isso vale para documentos importantes, meu pai me mandou meu cartão de crédito ano passado, no meio do jornal, chegou direitinho!

Agora a parte mais interessante, enviar coisas para o Brasil!!!!!

Esse bixo de sete cabeças é bem complicado, mas nada de diferente, algumas pessoas falam que é precisa ser 50 dólares contando com o valor da postágem, porém outras falam que não precisa, então fica a critério!

O que eu geralmente faço, coloco meus produtos na caixa o produto embrulhado no jornal ou papel alumínio e no plastico bolha, assim quando passar no escaner do correio dificulta a visualização, no correio daqui dos EUA eu pego o papel de declaração e coloco como sabonete, caixas, coisas pra bebê, babador, em fim... Declaro como comprado no valor de 2 dolares cada e não coloco no limite de 50 dólares, eu sempre coloco tipo 35, 40 48...

Eu mandei uma caixa para o meu padrasto que eram peças de carro, nesse caso valeu declarar o valor correto, porque no Brasil sairia muito mais caro mesmo com a declaração, ai coloquei o valor de 110 dólares, a receita cobrou o valor de 100 reais pelo produto, mas como eu falei, valeu porque o valor era muito a mais no Brasil! 

Nunca tive problemas, sempre chegou, demorou, mas chegou! 

Pessoal, fiquem a vontade para comentar e também dar outras sugestões, é sempre bom saber outras formas de enviar nossas coisas para o BR.

Abaixo alguns sites que eu li para entender essa operação Maré Vermelha da Receita.





Até a próxima..

Rafa!!!