18/02/2013

Apoio da família nesse processo louco!

Olá pessoas!

Hoje vou contar como foi COMIGO o apoio da família quando contei que resolvi ser au pair.

Bom, já sabia como ia ser mais ou menos. Minha mãe não gosta da palavra EXTERIOR e sabia que meu sonho era conhecer o USA, mas para ela era CONHECER, não MORAR! Eu estava no meu último semestre da faculdade, fazendo estágio em uma Multinacional, então imagina se ela pirar com a ideia do programa? CLARO né!
No estágio, meus chefes já tinham dito que a vaga não era efetiva, e que eles iam tentar ver se conseguia aprovação e eu fiquei nessa pendência e confesso que torcendo pra não conseguirem, porém a empresa tinha processo seletivo em outros departamentos, então se eu não fosse efetivada na área que estava, poderia ser em outra.
Nesse meio tempo já tinha começado a pesquisar mais sobre o intercâmbio, até que um dia minha chefe disse que a vaga não ia ser efetivada e então já joguei para ela: Tudo bem, então vou me inscrever no programa de Au Pair ( já tinha comentado com ela do que se tratava o programa ).
Contei pra minha mãe e meu pai. Meu pai ele sempre foi mais calmo e jogou que eu sabia o que eu estava fazendo e se eu queria mesmo, que fosse correr atrás. Já minha mãe ficou indignada, brigou porque eu poderia ter sido efetivada em outra área, ia ganhar bem, ia ter futuro na empresa, achou um absurdo eu estar prestes a me formar e trabalhar de empregada em um outro país com família estranha e bla bla bla.
Ou seja, já deu pra ver dai que ela não ia me apoiar né! E foi assim! No dia em que fui na agência fechar, eu só liguei para ela e disse: Tô indo na agência fechar o programa!
E foi assim durante todo o processo, nos falávamos normal, era carinhosa com ela normal, mas sempre quando alguém tocava no assunto do programa ela já fechava a cara, dizia que não ia dar certo, que meu lugar era no BR, que Deus sabia o que fazer e bla bla bla. E meu pai começou a ser revoltar também...kkkkk, dizia que tava torcendo pra não achar família, e que se achasse não ia dar certo and so on...
Fui desanimando durante o programa, pois fiquei quase 5 meses online até achar minha família e já estava começando a crer que meus pais estavam rezando pra que eu não fosse e por isso não tava dando certo!

Enfim, comecei a desencanar um pouco e deixei as coisas rolarem, foi só fazer isso que minha host family linda apareceu :)

E daí começa aquela correria de visto, documentação, etc e tal....e aí meus pais viram que não adiantou nada eles me falarem todas aquelas besteiras, porque não desisti! E eles não viram outra opção a não ser me ajudar e me apoiar, já que estava quase tudo certo! E foi assim....eles começaram a perguntar mais das coisas, como tava o processo do visto, como seria as coisas aqui e outras coisitas! Mas AJUDAR eles não ajudaram não, eu fiz tudo sozinha, corri atrás de tudo sozinha!

Mas enfim, foi isso! Hoje eles me falarem no skype que estão super ORGULHOSOS de mim não tem preço! :)

Sei que muitas meninas já passaram, passam ou vão passar por isso e digo: SEJA FORTE, NÃO DESISTA!

Beijos



4 comentários:

Mari disse...

Ótimo post! Com certeza, se for seu sonho, não desista! Principalmente não desista por causa de alguém, sejam pais, amigos, namorado... porque um dia você olha para a oportunidade que deixou de aproveitar e começa a ter sentimentos de rancor pelas pessoas pelas quais deixou de seguir seus sonhos.
Que bom que hoje seus pais estão orgulhosos. Isso não tem preço.

Eveline disse...

Nat, esse post me deu um animo! pois ontem no meu quase match, nao fui escolhida e fiquei meio area pq vi tudo correndo pra dar certo. Meu grande problema nao eh minha familia que me apoia muito mas sim as futuras host families que so me enrolam, ontem pensei ate em desistir de tudo sabe, não viajar mais, fazer minha vida aqui mesmo, estou deixando meu bom emprego pra ficar em casa conversando com as familias, penso seriamente em deixar de lado esse processo de au pair, deixa como 2º plano na minha vida, estou no 3º mês on line e nada. Tem horas que vc desanima! tem q ter nervos de aço viu e ninguém quer saber do seu psicológico não....eh isso! Nat, bjo grande pra tu.

ღDaiღ disse...

Nossa que legal, parabens por nao ter desistido!

Cláu disse...

Passei pela mesma coisa, mas quem apoiava era minha mae e quem enlouqueceu foi meu pai, que chegou a me pedir pra nao vir de jeito nenhum, Nunca vai ele chorar nos meus 25 anos, só quando vim pra ca, então foi muito difícil pra mim! Mas nunca pensei em desistir. Temos que ir atras do que queremos, e como era uma oportunidade única,eu nao poderia deixar passar. E agora to aqui, com 5 meses pra voltar já. Eles nao falam que estão orgulhosos, mas falam sempre que já que estou na chuva, tenho que me molhar. Falam pra eu aproveitar tudo oq posso e mais um pouco. E assim vamos =)