01/02/2013

Até breve Brasil -ainda- com S!

Oi gente :) Meu primeiro post no blog então como praxe, irei me apresentar: Lais, 19 anos e daqui a exatamente três dias iniciarei minha vida como Au pair em San  Rafael - Califa!
Neste post inicial e nesse momento tão doido, delicado, decisivo e dramático, vou falar exatamente disso: do Adeus.  
Quando a gente tá lá toda empolgada, nossa, o programa Au Pair e os Estados Unidos e não sei o que lá, porque meu Match, o Obama! Você fala até pro seu cachorro  que quer ser Au Pair -dica paralela: não façam isso! Contem pra sua mãe e olhe lá!- e ai você preenche application, move montanhas, corre atrás de grana, fica feliz, triste, brava, mas não desiste e imagina que o momento que antecede o embarque vai ser o melhor da sua vida, a ansiedade, a alegria, a felicidade.. SÓ QUE NÃO. 
Vou explicar, não generalizando, porque cada um é cada um e tem gente que tá dando pulos de três metros e esse é apenas o meu caso pessoal e de algumas meninas com as quais eu conversei... É assim, primeiro que se o seu Match for que nem o meu -com um mês antecedendo a viagem- você vai ficar doida, maluca e não tem nem tempo de ficar feliz, triste e nem ansiosa de tanta coisa que você vai ter que ir atrás. 
Minha ficha só foi cair, quando eu ouvi a Cônsul dizendo: Seu visto foi aprovado, boa viagem!
E ai que eu vi que era a única coisa que me impediria e eu estava indo, sem mãe, sem pai, sem namorado. 
E os dias que se seguiram foram exatamente assim: eu tava super feliz tipo American Dream came true e ai daqui a cinco minutos eu estava chorando loucamente, depois de dois minutos eu estava conformada e depois de mais cinco minutos eu tava pensando por que estou deixando tudo o que eu amo pra trás e ai de novo eu lembrava dos meus motivos, meus desejos.
Gente, eu nunca senti tanta coisa junta, alegria, tristeza, realização, saudade...
E a dica que eu tenho pra dar pra vocês que estão em qualquer fase do processo, porque todas passarão ou estão passando por essa fase, é: aproveitem e se preparem. 
Aproveitem: o que vocês quiserem comer, desde pastel a brigadeiro; se você for under 21, -façam como eu fiz- tomem um porre; vão aos lugares que gostam; vejam todas aquelas pessoas que você ama; fique em casa de pijama; coma a comida da sua mãe; façam coisas que vão te fazer falta e aproveitem muito todas elas.
Preparem-se: Para deixar para trás tudo o que você aproveitou. A realidade bate a porta nesse momento e pimba! Você tá indo e não vai ter mais nada disso, passou, é claro que não é pra sempre, mas tudo o que você for fazer é "A última vez" por pelo menos um ano e ai caro Au Pair, você vai sofrer, mas deixar pra trás faz parte, a gente precisa pra ir pra frente! 
Deixar pra trás é tão importante exatamente pra a gente desapegar, desligar-se do Brasil e viver a sua vida plenamente lá nos EUA. E viver plenamente não é passar a metade do dia no Face vendo o que seus amigos e família estão fazendo, é se jogar e ter a consciência de que vai estar tudo aqui no Brasil quando você voltar, ao menos tudo aquilo que você ama. 
Termino por aqui e o próximo post já será from Califa! 

Força na Peruca! 



1 comentários:

Mari disse...

Boa viagem Lais!!! Que seja um ótimo ano para você... sim, tem muitas coisas que você deixa para trás, mas também precisa dar espaço para as muitas que vem pela frente. E vem tanta coisa pela frente!
Boa viagem, Deus te acompanhe e volta para contar como está sendo na Califa!