27/03/2013

Kids com ADHD...ADD...PQP...FDP. WTF???

1 mês em Michigan...incrível como passa rápido!

Quando estamos no Brasil ainda, o dia de vir pra cá parece que não chega nunca, mas depois que chegamos, passa tão rápido que a gente quase não vê! rs

Bom, vou contar rapisinho como foi esse mês aqui na casa...

Eu tive a sorte de vir pra família de uma amiga, sim ela me indicou. Desde que ela chegou aqui tudo que ela falou que a família dela oferecia me interessou, pois eram as coisas que eu queria que uma família me proporcionasse (carro, sem curfew, pode trazer amiga em casa, são fexíveis quanto as férias e trabalho no máximo 6h por dia). Então ela acabou me indicando pra eles, eu conversei pelo skype e no final eles gostaram e fecharam comigo.

Eu cuido de 3 kids (1 menina de 12 anos e 2 meninos de 6 e 9 anos), na verdade de 2, porque a menina já se vira sozinha. 

Mas nem tudo são flores viu minha gente?! rsrs O meu menor tem ADHD (Attention Defict Hyperactivity Disorder  ou o famoso Distúrbio do Déficit de Atenção), é bem complicado pois crianças que tem esse transtorno, apresentam 2 características: 

1) Desatenção


2) Hiperatividade-impulsividade
O ADHD na infância em geral se associa a dificuldades na escola e no relacionamento com demais crianças, pais e professores. As crianças são tidas como “avoadas”, “vivendo no mundo da lua” e geralmente “estabanadas” e com “bicho carpinteiro” ou “ligados por um motor” (isto é, não param quietas por muito tempo) e também tem dificuldades com regras e limites.


Na 1a semana aqui eu fiquei bem assustada, pois ele estava em ''bad mood'' a semana toda!!! A sorte (OU NÃO), é que minha host não trabalha, então ela fica em casa junto comigo e acaba ajudando com ele. Na verdade eu acho que eles só tem au pair por causa do menor! Porque os outros 2 são uns amores, muito fácil de lidar, uma beleza!
Portanto, tem hora que eu não tenho a mínima idéia de como lidar com ele. Nunca imaginei que seria tão complicado. Ele é literalemente uma caixinha de surpresa!
Tem dia que ele acorda um anjinho, mas não por muito tempo! (meu anjinho da asa quebrada! o/) Pior que ele é muito lindinho, dai acabo que não consigo ter raiva dele quando ele se comporta mal. E ao mesmo tempo que tem essas horas difíceis com ele, tem as horas mágicas, ele é muito carinhoso e na hora de colocar ele pra dormir eu não tenho o menor problema...ele se arrruma, deita na cama, pega os bichos de pelúcia dele e pede pra eu deitar com ele um pouquinho e fazer carinho...aiiii uma gracinha! rsrs 
A minha conclusão nessa história toda é, se você não tem muita paciência, NÃO escolha uma família com crianças com ADHD, mas se você tem, vá! Não desista de uma boa família por isso, fácil não é, mas também não é nenhum bixo de 7 cabeças, eles são muito carinhosos! E não tem culpa de serem assim né?! Imagino como meus hosts se sentem...ele são muito pacientes, não gritam nunca com ele e os irmãos também são super compreensivos. É legal porque hoje estou tendo uma noção de como é criar uma criança assim (quem me garante que amanhã não tenho uma filho ou sobrinho, alguém da família com isso?!)  
Espero que tenha ajudado em algo :)
Beijinhoss







1 comentários:

brusg disse...

Oi Fabiola! Quase fui pra uma família com um menino com ADHD! E ja tive experiência com um! Entendo como é.. mas é mto bom ao mesmo tempo. To indo pra Michigan começinho de maio! Onde em MI vc mora? Beijo.. me passa seu fb!!