28/03/2012

O match e a confusão de sentimentos

Oi leitores e leitoras :) hoje vim fazer um post um pouquinho mais pessoal, já que no último eu não quis falar do meu match.

Em primeiro lugar, só gostaria de avisar que a partir de agora, "pessoas anônimas" não podem mais comentar no nosso blog, por motivos de força maior! Portanto, para comentar agora, você precisa ter uma conta no Google, Wordpress, ou OpenID.

Bom, quem já leu no meu blog pessoal, já está por dentro do meu match, mas aqui vou fazer um post resumido sobre isso.

Entreguei o app escrito: semana do Natal.
Submit do app online: 13/01.
Online: 27/01.
Primeira família: 08/02. Texas, 3 meninos. Dois e-mails, um e-mail com só 81 PERGUNTAS (família louca!). Fecharam com outra au pair.
Segunda família: 15/02. Trigêmeos wtf de 2 anos, não mesmo, nunca mandaram nada.
Terceira família (match): 25/02. Kansas City, MO, um baby de 6 meses e um menino de 10 anos. Me mandaram um e-mail de apresentação, bem simpático, e falando que eles trabalham na mesma área que eu me formei na faculdade, e falaram que amam fotografia (a área que eu trabalho) e isso chamou a atenção deles no meu perfil. Eles perguntaram se eu tinha interesse em conversar com eles, e queriam um Skype. Nos falamos em váááários e-mails, tivemos dois Skypes – um só com os hosts e o outro com a presença dos dois boys e do cachorro! Super divertido! O bebê é uma gracinha, o cachorro um fofo e o kid maior é lindo com todo respeito. Os hosts são super simpáticos, sempre rindo na web e até fazendo piadinhas, desde o primeiro Skype. AMEI MUITO!  O match oficial foi no dia 14/03, depois de 18 dias falando com eles. Ô época sofrida! Cada e-mail que eu recebia o coração acelerava, eu ficava nervosa, animada, triste, ansiosa, tudo ao mesmo tempo MESMO! Aquele nervosismo de “é a família que eu quero” mas sem saber se eles queriam. O medo pela demora do match (18 dias! Enquanto tem menina que fecha em 2!)... Mas, o tão esperado match veio! :)
Quarta família: 12/03, boy de 9y e girl de 4y. Falei no Skype com a host mom, mas com a família de KC na cabeça.
Quinta família: já nem sei o dia que apareceram, eu já tinha o match na mão praticamente e nem dei muita bola, mas nos falamos por e-mail umas 2 ou 3 vezes. Eles me dispensaram pq encontraram outra au pair.

O e-mail que recebi da minha host mom no dia 14, tinha esse título: “Will you be our Au Pair?”. Só de ler o título, já fiquei suuuper animada! \o/ hahaha e ai veio o match!
Agora é aquilo, uma confusão de sentimentos que todas as au pairs sentem nessa época, a correria com vistos, pré departure project, aproveitar todos os momentos com o namorado, comprar presentes pra HF, agendar visto, e por aí vai...
O meu DS chegou na agência semana passada, na sexta-feira agora eu vou lá pra resolver tudo certinho, preencher, assinar, e aí sim poder agendar o visto...acredito que devo ir só em maio tirar o visto, já que eu só embarco no final de junho.
Agora o que vou começar a fazer é o desgraçado PROJETO. Depois vem a parte de comprar os presentes pra HF e as coisinhas que faltam pra eu levar. E depois o visto. Também to fazendo umas 6, 7 horinhas  por semana em uma creche aqui pertinho de casa pra pegar mais as manhas com os nenéns. Ai, eles são umas fofuras! E claro, durante todo esse tempo, aproveitar meu namorado lindo e minha família o máximo que eu puder. O MÁXIMO MESMO!! Porque deve realmente ser duro ficar longe deles por um ano. Mas vai dar tudo certo :))
Como é estranho isso tudo né. Quando preenchendo o app nos sentimos a pessoa mais ansiosa do mundo. Depois que entregamos, a mais nervosa, esperando ficar online.Quando ficamos online, a mais agoniada, esperando as famílias aparecerem. E depois do match, é tudo junto e mais um pouco! É alegria demais, felicidade, realização, misturada com tristeza, aperto no peito, dúvida.
Duas noites atrás eu sonhei que estava no aeroporto me despedindo do meu namorado e indo pra KC. Já foi a segunda vez que sonhei isso...na primeira a gente se despedia normalmente e eu ia, sem nenhuma lágrima no rosto, haha! E dessa vez eu chorava igual louca. Até nos sonhos a confusão dos sentimentos aparece...
Mas eu estou tentando não pensar em nada disso agora. Deixa a despedida pra hora da despedida, não quero sofrer por antecedência. Já sofri um bocado, conversei com meu namorado algumas vezes, e as palavras e atitudes dele me tornaram mais forte. Agora tento não pensar tanto nisso e controlo muito mais o meu choro e a minha tristeza, e deixo a alegria de estar na terrinha do Tio Sam falar mais alto.
Bom, é isso! No mais, desejo muita sorte a todas as meninas que estão no processo ainda, pra terem logo um match. E aconselho a todas as futuras au pairs a fazerem como eu: aproveitarem o namorado e a família aqui, e deixem pra chorar lá! ;)
Beijos!!

Blog pessoal: claupair2011.blogspot.com

2 comentários:

Bárbara Lua disse...

Boa sorte, Cláudia! Já já junho tá aí! ;)
E você vai se divertir muito! Temos que nos encontrar lá, hein?

Beijooos

Cláu disse...

Obrigaada Bárbara, preciso de sorte mesmo. Acho que todas nós precisamos, né?
Vamos tentar nos encontrar sim! Se vc for pra perto de mim, melhor ainda! Mas se não for, combinamos umas viagens ;DD

:**