06/12/2012

Férias no México!


Olá meninas, sou a Ana Luiza e vim contar um pouco da minha aventura no México!! De onde quase não voltei mais! Porque não basta viajar, tem que ter muita adrenalinaaaa rsrs. Eu e minha amiga Polonesa Magdalena resolvemos ir pra Cancun, como não tínhamos muitos dias de férias disponíveis, fomos em uma quinta de manhã e voltamos no domingo de manhã. Só encontramos vôos com escalas, então voamos de Chicago para Atlanta, e de Atlanta para Cancun, DETALHE: tínhamos 45 minutos para trocar de avião, and guess what (adivinha)???? 30 MINUTOS de atrazo no vôo Chicago –> Atlanta!! Ficamos desesperadas, pedindo ajuda para as aeromoças e elas: “You will have time” (vocês terão tempo) AH TAH, 15 minutos para trocar de terminal e teríamos tempo!??? A hora que o avião pousou gritamos com todo mundo pedindo licença e saímos despesperadas aeroporto à fora! DETALHE: Com mala, almofada, lap top, tripé de camera, etc; Pedimos informação onde era o terminal e o funcionário em vez de dizer rápido onde era, disse com a maior calma: “Provavelmente Vocês vão perder o vôo”..ai eu surteeeeeei “Então fala logo onde éééé!!!” ele assustado com a minha histeria apontou a direção e continuamos a correr loucamente, até eu não conseguir mais,  parar com falta de ar e continuar andando..MAS, aos 45 minutos do 2º tempo conseguimos embarcar, fomos as últimas! Enfim chegamos ao tão sonhado destino -> Cancun!!
Saindo do aeroporto fomos abordadas por mil agências de transporte Aeroporto -> Zona Hoteleira, então para evitar mais estresses com aeroportos já resolvemos deixar certo o nosso retorno Hotel -> aeroporto no domingo. Pagamos ao todo $60 dolletas por um carro privativo, e assim ficarímos despreocupadas (na teoria).  Chegamos ao Hotel e enfim as esperadas férias! Foi tudo maravilhoso, melhor lugar que fui até hoje, que se eu contasse tudo ficaria um livro rsrs
Chegou o triste dia de ir embora e se despedir daquele paraízo; MAS antes, pra fechar com chave de ouro, fomos aproveitar a ultima noite em Cancun; Entramos em uma balada open bar, e como se já não bastasse,  depois fomos para a Mandala novamente (Já tínhamos ido na quinta) e ficamos até quase 4 da manhã (o carro IA nos buscar as 5 da manhã no hotel). Chegando no quarto, resolvemos descançar um pouquinho....ZzZZzZZZzZZZZZzzzZZ E assim foi até as 7 da manhã (nosso avião decolava às 8). Minha amiga acordou exatamente às 7 horas, “Anaaaaaaa, daqui uma hora temos que pegar o avião!!! Eu acordei, olhei a hora no celular e dei um pulo igual da Daiane dos Santos,  e fiquei paralisada olhando pra ela, as duas em choque sem saber  o que fazer, ai disse “você acha que conseguiremos?” e ela teve a audacia de responder: “não sei, só que não temos tempo para o café da manhã”. Então tínhamos somente uma hora para:
Trocar de roupa, fechar a mala e sair do quarto
Check out do hotel: Eu com o meu espanhol meia boca, gritando com o funcionário que eu tava atrazada, e que tinha que pegar um vôo internacional em 50 minutos; só joguei os cartões do quarto e disse, adiosssssssss
Pegar um taxi até o aeroporto: Nunca gritei tanto, FASSSSSSSSSST, FASSSSSSSSST (rápido); E  o taxista assustado correndo pelas ruas de Cancun, porque até ameaçado ele foi! rsrsrs!!!!!!!!! Demos uma bela gorgeta pelo taxi da morte, e voamos de lá.
Check in: UM DOS PIORES MOMENTOS: Chegamos que nem loucas, tentei fazer o check in na máquina e: NADA, passei na frente de todo mundo chorando e fui até a atendente: Pleeeeeease só estou com a mala de mão, preciso pegar o vôo daqui 25 minutos. A “querida” com toda calma, disse: Sorry! Você tinha que ter chego 3 horas antes para um vôo internacional, não posso fazer nada! ENTÃO MEU MUNDO CAIU, já me vi presa no México vendendo Taco na porta do Coco Bongo!! Minha amiga Polonesa gritando e eu tentando acalmá-la (sendo que eu também estava surtada), até que comecei a chorar e explicar que eu tinha escala e que realmente não podia perder aquele vôo; que eu era brasileira e minha amiga Polonesa, mostramos os passaportes, e no fim das contas acho que ela pensou que eu ía voltar pro Brasil e minha amiga pra Polônia, então ela resolveu ajudar... Ligou para o seu superior explicando nossa situação, e se ele autorizava nosso Check in porque já havia sido encerrado, E ESSE BOM HOMEM AUTORIZOU!!! Ela nos passou na frente de todo mundo no detector (fila imensa), e deu as passagens na nossa mão, e disse: “Agora é com vocês, se quiser embarcar, CORRE!” . E novamente partimos em busca do portão de embarque correndo loucamenteeeeeee, com lap top, mala, almofada, tripé de camêra e MAIS um chapéuuuuuu mexicano! Mais uma  vez, fomos as últimas a embarcar, porque ligaram e pediram para não fechar o portão, que tinham duas pessoas chegando. Entramos no avião e todos olhando pra nós, descabeladas, atrazadas e chorando, mas dessa vez de alegria!! Nunca me senti tão aliviada, e quando cheguei em casa, em vez de ficar triste que as férias tinham acabado, fiquei hiper mega feliz de estar de volta em Chicago.
O que você não pode perder em Cancun:
  Nadar com os Golfinhos $120 dolletas (o beijo mais caro em um peixe);

 Tulum $40 dolletas (praia mais bonita que Miami);

 The City (maior balada da América Latina); Mandala (estrutura inacreditável).

E principalmente.. O AVIÃO DE VOLTA PRA CASA!!!!!!!!!!!!!



2 comentários:

magg. disse...

Trip of life, but will be more in the future! ;-)
Hello to all Brazilian! ;-)

Keila Antunes disse...

hahahaha a minha viagem a las vegas tb foi com td adrenalina possivel! ate teste de drogas o policial fez cmg... imagina a minha cara de drogada! kkkkk mas morro de vonatde d conhecer cancun! Demorou pra bombar de fotinhos! as fotos por la semrpe saem tao perfeitas! gde beijo e otimos dias em chicago! bjao, Keila :* fk com Deus